segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Acordar e a luz da manhã que entra no quarto mostra um pouco da sua face, que me concentro e logo um sorriso surge no canto da boca. Permaneço ali, paralisada e presa a todas lembranças contigo, que passam na minha mente. 
            Me lembro como te conheci, e cada passo que demos, o que sentia e tudo o que já não acreditava e você sempre soube me mostrar que muitas das vezes algo ruim acontece para que as coisas verdadeiras possam ocorrer nas nossas vidas. O tempo é mero detalhe, ele existe e acaba nos mostrando que cada minuto seu se torna único e sincero a cada dia que se passa, se permitimos isso. 
O universo é tão imenso e profundo, e sabemos disso, não é mesmo minha menina? Quero poder ter a chance de desvenda-lo, cada coisa nova, junta de você....para que seja eu a primeira a ver o seu sorriso de surpresa. Egoísta eu? talvez um pouco, ou seja apenas uma menina presa em seus sonhos e queira dividir eles com alguém. Então você aceita? Aceita viver nesse intenso mar de cores, que não se desfazem e querem colorir os dias?


E ela lia aqueles rabiscos que tinha feito no canto das folhas do fichário em um dia qualquer para alguém que amava....
-Um sorriso surgia.






quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Cidade cinza, azul, mistura

Estrada, trem, metro, sampa.
    Cada rua uma nova face, cidade que esvazia minha noites de encontro por entre os bares, lares dessa cidade. A alegria de poder estar aqui, relembrar o nome de ruas, letreiros e caminhos para chegar em casa e abraçar as fotos nos porta retrato, cada momento que passou uns tempo cá. 
    Nas noites, encontro com os bares e os rostos sinceros, amigos que são como algodões e te fazem sorrir, aqui nessa cidade cinza, onde os becos são os lugares mais frequentados por almas que querem chorar e amar. 
Cidade de sorrisos azuis, reencontros e a mania de reprisar as dores e noites de melancolia.
São Paulo, gosto de estar aqui, gosto de você, mas basta.....adeus.




terça-feira, 29 de setembro de 2015

Desafogo para o Mundo

Desde quando a garota chorona voltou? 
Olhar em volta, perceber um mundo tão doloroso onde é você é julgado por amar e não importa pra onde siga sempre dirão que você não foi forte.
Encontro crianças na multidão e aqueles olhares inocentes, que não apontam o dedo, mas te abraçam. Todos nós já fomos crianças, felizes, aquelas sem pais, aquelas que passaram fome ou aquelas que moraram nas ruas. Mas fomos crianças, e no fundo sabíamos qual era o sentido da vida, o viver no mais sincero brincar no final da tarde.

É, mas toda infância tem um fim e junto dela os dias advindos. 

Continuo a olhar o mundo, e enxergo uma ilusória felicidade que é desenhada pelas faces mais tristes....me sento e "Pouco importa venha a velhice, que é a velhice? Teus ombros suportam o mundo e ele não pesa mais que a mão de uma criança. As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios provam apenas que a vida prossegue e nem todos se libertaram ainda.".


Citação do poema "Os Ombros Suportam o Mundo" de Carlos Drummond de Andrade


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Deixe ir (Desabafo)

_ “Deixe ir"

Deparei-me pensando nessa frase, como ela está presente na minha vida e como também nunca foi bem aceita por mim. Já estive em diversos momentos cabisbaixa por conta de ações que me decepcionaram, considerando falta de confiança e amizade, e assim me deixo ser “eivado" pelos sentimentos que me machucam.
Deixar ir embora significa aceitar cada situação como ela é, mas não forçar as coisas, deixando que elas fluam naturalmente. Isso sempre me moveu, deixar que as coisas fluam , sempre é mais saudável.  Não estou dizendo que não devemos lutar pelas coisas, mas perceber e estar atento a até que momento devemos continuar nessa luta.



pessoas tóxicas

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Depois de tanto tempo, pouco tempo (Monólogo)

As coisas mudaram sem a garota perceber. Agora escrevia novos poemas no canto da folha do fichário, e se pegava entretida nos seus pensamentos mais intrínsecos, como costumava ser. Talvez poucas vezes tivesse, por um instante, escultado a voz do vento e da terra, e o que ambos tinham para falar nos últimos tempos.

Exigências, correria, bagunça, tempo exausto.

Palavras assim, sem notória linha de raciocínio se fazia em sua mente, ela compreendia. Talvez ai, a dificuldade em que muitos tinham, em compreende-la.
Amores, beijos, novos abraços e diálogos. 

Futuro que desejava....confuso, embaraço, desembaraço. 

Lágrimas e sorriso, uma garota, uma confusão e sorrisos pelos pequenos e minúsculos detalhes da vida.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Cafúne e Café

E conseguia sentir aquilo pulsar no peito, um sentimento bom..
Quando você quer se deixar entregar, se pegar pensando na pessoa, nos gestos e até nos sonhos que compartilham.
Acordar, olhar ao lado e ver que não está sozinha, que tem alguém dormindo silenciosamente, algo puro e delicado. Você sorri, e observa cada simples detalhe nos lábios entre a fresta do sol batendo no quarto.
Coisas que muito antes não acreditava, amizade entre os beijos e os momentos mais inseguros compartilhados pelas manhãs. Os beijos entre os goles nas noites de sexta-feira e a entrega na cama girando, girando... Era impossível não se render, era a essência das noites e o princípio de algo que viria a se tornar real. 
Agora o desejo de acreditar em muitas coisas, não simples promessas mas sonhos a serem realizados. 
As viagens e fotos para serem tiradas. 
Os abraços e beijos entre os lábios quentes.  
Uma caixa de sentimentos bons que você abre sem medo do que possa encontrar, se deixa revirar e procurar.
O Cafúne lento no final da tarde, os abraços seguros e quentes, a vontade de estar ali. Muitos momentos foram ali, mas agora era diferente, não existia mais o medo, mas o desejo.
Quando vejo sua foto penso em tudo o que um dia tive medo de viver, e agora fico feliz por não ter escolhido partir e continuar vivendo naquele velho sentimento por algo que já não me fazia feliz. 
É menina, sem medo de viver, sem medo de amar, sem medo de se entregar. Nada que é bom deve ser desconsiderado dessa vida, somos tão passageiros, tantos lugares a conhecer ainda e temos tantos sonhos...Então vivamos, amamos, sejamos gratos a cada coisa boa que a vida prepara. 






domingo, 7 de junho de 2015

O que falamos quando falamos.....



"Eu conseguia ouvir meu coração batendo. 
Eu conseguia ouvir o coração de todo mundo. 
Eu conseguia ouvir o ruído humano que nós, sentados lá, fazíamos, nenhum de nós se movendo, nem mesmo quando a cozinha ficou escura"




O que falamos quando falamos de amor - Raymond Carver

Conto inteiro> http://www.bestiario.com.br/8_arquivos/carver1.html

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Everything is Blue

“Everything is grey
His hair, his smole, his dreams
And now he's so devoid of color
He don't know what it means
And he's blue 
And he's blue"


     E olhava ao redor de si, um mundo vasto cinzento onde poucas eram as pessoas com cores e  que jogavam um pouco de tinta por entre as esquinas turvas da cidade, alegrando alguns corações juvenis.
     Andava por entre as ruas perdida, queria encontrar a cor pra enfeitar os dias cinzas e manchados.....Olhava as pequenas coisas que ainda mantinham a cor que a encantava. A árvore verde, o passarinho amarelo, o céu.....ah, o céu se mantinha azul, e era ele que a orientava por entre as ruas daquele mundo tão fumacento. 
     O Azul era o que buscava. O azul que tinha gostos, cheiros, momentos cheios de sorrisos...
      Corria agora acompanhando aquela imensidão acima de si, como se alguém estivesse ali, mostrando que em um mundo tão triste, ela não estava sozinha. 
      Ela dançava agora por entre os carros e as pessoas que possuíam faces tristes, que a encarava, pois era estranho o seu modo de viver, o seu jeito de saltar.
      O céu tinha se fechado em uma cor mais turgida, e se iniciou aquela chuva de verão. Ela agora deixava as gotas transparecerem por entre a face olhando ao alto. Não existia tristeza naquele momento, não existia medo, não existia solidão, não existia cinzas em seu coração. 
     Em um instante algo chamou sua atenção, algo no horizonte molhado, ao lado daquele bar onde costumava ir. Era alguém que estava de vermelho, mas que olhava como quem queria viver daquele intenso azul....


Música inspiradora: https://www.youtube.com/watch?v=Ndn0ulIg_qU

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Quero....




Quero beijos sinceros e apaixonados... 
Quero carinho, cafuné, colo! 
Quero toque, pele, química, desejo. 
Quero noites de lua cheia! 
Quero viagens inesquecíveis... 
Quero trilha, cachoeira, praia, por do sol, pés descalços! 
Quero mar, quero vento, quero sol! 
Quero amigos loucos e felizes! 
Quero adrenalina, suspense, aventura!
Quero ouvir música alta e dançar até cansar! 
Quero conhecer muita gente e me apaixonar por cada uma! 
Quero abraços, muuuitos abraços! e muitos beijos tb! Quero chorar de rir! 
Quero banho de chuva! 
Quero dinheiro no bolso! 
Quero dormir até acordar! 
Quero me jogar... quero voar! quero viver de amor! QUERO SER FELIZ e tem que ser AGORA!!!!! 

Autor: Desconhecido


domingo, 10 de maio de 2015

Se deixe desistir


Nunca vou entender a sua vontade de querer voltar para algo que acabou. Se deixe desistir, esqueça o dia seguinte, lhe dê a oportunidade de experimentar um outro café…
Insistimos em coisas incertas na busca de respostas concretas, mas infelizmente elas não existem. Permita-se ser você mesmo sem medo de magoar quem já se cansou de fazer isso com você.
Nossas lacunas da vida podem ser preenchidas de várias formas, possibilidades, perfumes, beijos… E o que define sua intensidade é a dosagem aliada à sua maneira de ver a vida. A gente se engana, acha que já esqueceu, mas nunca deixa de lembrar que já esqueceu. E assim jogamos a culpa nos outros das brincadeiras que nós mesmos aceitamos brincar…
A dor sempre é passageira, basta lembrar que o piloto é você.
                   Josué Meireles Martins

sábado, 2 de maio de 2015

(Bag)unça interna

Nem tudo é "pra sempre", você pode ter um dia acreditado, porém alguns dos momentos que vivemos são tão efêmeros que nem chegamos a perceber.
É preciso continuar de encontro com novos sorrisos, novas pessoas e amigos. Não que seja fácil, uma das coisas mais difíceis é deixar alguém ir da sua vida.
É necessário força e as vezes deixar o sorriso e um novo abraço te confortar.
Faz parte da vida os encontros e despedidas. Um dia você encontra alguém que te mostra o porquê nada deu certo antes, e te faz sorrir entre um simples encontro de olhares no final da tarde. Te abraça tão profundamente que pode sentir o encontro das almas.
Que te mostra como tudo pode ser simples e belo todos os dias, e quando a dor e o cansaço aparecerem serão mais fortes e a compreensão e o ombro amigo permanecerão ao seu lado.
É bom perceber que na vida nem sempre existe um culpado, somos almas a procura de outras que de algum modo nos compreenda e queira ser feliz conosco a cada instante, independente de tudo. A vida é uma constante aventura, e nesse "caldo de aventuras" encontramos pessoas que querem viver do mesmo modo que a gente. E é isso que importa.

O que é um sorriso no final de uma conversa? Ou então o olhar que nos encontra e não faz julgamentos dos nossos "demônios internos"?
O que é aquela conversa quando todos já foram embora e a pessoa permanece ali para te ouvir? 
O que é ser amigo e não abandonar?
O que é manter a promessa e jamais esquecer o que foi dito? 
Essas pequenas parcelas dentro de nós mesmos: os momentos mais seguros, as amizades sem explicação, o beijo que te surpreendeu, as palavras amiga, o ombro que te acolheu, ou somente o abraço reconfortante..... é como o cheiro de chocolate quente na noite fria. 





sábado, 25 de abril de 2015

~vamos agora?

Pegou em sua mão e colocou a outra em sua cintura e o calafrio transpassou por todo o corpo.
_ Me leva com você para um lugar longe daqui? Olhando nos olhos ela disse
Se olhavam e o sorriso surgiu entre os ambos lábios molhados, onde o desejo mais profundo de encontro e gostos consumia ambos.
_ vamos agora? Disse abraçando ela e permitindo que seus corpos se encontrassem por entre o vento frio daquela manhã

Fim

sexta-feira, 24 de abril de 2015

terça-feira, 21 de abril de 2015

Sobre coisas que não explicamos

A vida é um ponto de interrogação e assim sendo tudo o que segue com ela também se torna algo complexo. Pensar em tudo o que já vivemos, os aprendizados, os tombos, os momentos engraçados e ruins que houveram e como mudamos de cor. A cor do cabelo, o batom, a roupa, o sorriso, a opinião.
E aquelas pessoas que conquistam a sua amizade de forma tão simples e sem explicação? Tenho que dizer que tenho medo, mas quando encontro essas pessoas me sinto tão sortuda e permito conquistar e ser conquistada.
A vida é cheia de mistérios e também de respostas simples, que mudam como o sol a cada dia.

Gosto da vida, desse jeito misterioso e dos melhores momentos, aqueles que são inexplicáveis.


A(mor) íntegro

O que é o amor? amor?

É sentar na tarde olhando o céu e a imensidão do mar..
É sentir os dedos entrelaçando os seus
Olhar nos olhos e fazer surgir o sorriso inesperado
Deixar o toque aos cabelos te fazer silenciosamente fechar os olhos 
e se entregar aos braços mais apertados e sinceros 
É a bagunça na mente e na cama pelas madrugadas
É sentir que pode dividir seus dias mais felizes com alguém
É acordar e encontrar ao seu lado o rosto indefeso - sorriu.
Como diria a música "Com açúcar, com afeto"
É confiar seus maiores desejos e segredos a alguém
É poder chorar e saber que não está sozinho
É a amizade sincera 
É o sorriso subitâneo 
É a paz mundial, é o fim da fome, é a igualdade social entre as nações
É o primeiro encontro de mãe e filho na maternidade
E o reencontro depois de logos dias
É o abraço da criança quando encontra uma nova família
O amor é o amar inconstante dentro de qualquer dificuldade

                                                                                Luna, S




        

terça-feira, 14 de abril de 2015

Avulso outono

Quem é você menina? - Perguntava olhando diretamente em meus olhos

Não sabia responder essa pergunta, mas era importante que aproveitasse aquele momento para dizer. Um momento de silencio, os lábios secos e o desejo profundo de poder sentir os lábios que haviam feito a pergunta. 

Não gosto de perguntas assim, você sabe. Me dê um cigarro - Respondi quase com a voz tremula e disfarçando para que não percebesse.
ok garota brava, mas tarde faço novamente - Disse enquanto um sorriso surgia em sua face. 
Acendi, dei uma tragada e continuei a observar aquele céu estrelado naquela noite de outono.

Na minha mente somente passava o desejo e tudo o que sentia, não havia contado para ninguém. Gostava de viver momentos assim, como que em um quebra-cabeça montava os  que ainda surgiriam pouco a pouco.

domingo, 12 de abril de 2015

Um pensamento antemanhã

O mundo não a compreendia. Mas alguém um dia entendeu seus sonhos e desejos mais profundos? Ela olhava pela janela e continuava tomando seu chá naquela madrugada fria de uma sexta-feira. Não queria chegar perto do que a mantinha fraca, aquele olhar e aquele sorriso que a surpreendia e não permitia que ela tivesse o autocontrole da situação. Não iria se entregar.

Ela sabia que o que precisava era se afastar um pouco, deixar mais se encontrar por entre os sorrisos largos com os amigos nas tardes quentes. 
Ela sentia uma dor que não surgia a muito tempo, a dor de fazer alguém sofrer. Ela não queria aquilo, nunca quis. 
As pessoas muitas vezes se fecham e guardam seus sentimentos porque um dia tiveram motivos para não abrir a qualquer pessoa. 
Ela continuou com seu chá de camomila, olhando o livro que iria começar até as 5hrs a.m e pensava em todos momentos engraçados que viverá nos últimos dias (gargalhadas, sorrisos, encontros de olhares calorosos, abraços, conversas, amigos, cerveja, histórias...). Não precisava se manter naquele sentimento, naquele instante confundia sua mente para que não perdesse o sorriso de seus lábios.







terça-feira, 17 de março de 2015

Palavras ecoadas

Sabe aquele momento na madrugada que você para e começa a pensar em tudo o que vem ocorrendo na sua vida? 
Nesses momentos os problemas mais difíceis possuem soluções que pela manhã serão talvez loucura. haha, não é mesmo?


As palavras ou melhores frases  não são aquelas que são encontradas talvez em um texto pesquisado no google, não são aquelas forçadas por uma pessoa que mau te conhece.  Elas são verdadeiras e simples quando ditas sem muito esforço por alguém que sabe sobre você. 
Talvez não existam palavras muitas vezes que possam dizer um pouco do quer falar pra alguém, mas as vezes é no silêncio que tudo é falado. Complexo e redundante, eu sei.
 As pessoas te julgam se você não usa as palavras, se você não diz o que sente ou o que elas querem ouvir. Mau sabem elas que muitas das coisas não precisam ser ditas, apenas sentidas no fundo do peito. 
Conheço uma pessoa que me ensinou muito sobre isso.....que não é preciso sempre dizer o quanto se gosta de alguém com aquelas simples e belas palavras ("eu te amo"), basta um sorriso ou um gesto de confiança, e quando essa passar a te conhecer mais intimamente saberá que isso é um gesto de carinho, de amizade, o próprio amar. 
As palavras são muitas, e cada uma com o seu significado, que podem dizer muito do que somos ou o que sentimos.....Não quero apenas que ignorem as palavras, pelo contrário utilizem elas da maneira verdadeira e sincera, se não for assim estará realizado um crime! 


Hoje queria apenas poder dizer algo sobre você, sobre a gente, porém não é preciso.Por que idealizar algo que um dia já foi um sonho? É preciso seguir e deixar as palavras encontrarem outras ruas e outros sorrisos compartilhados no fim da tarde.





domingo, 8 de fevereiro de 2015

Vicissitude


Mudanças sempre me fizeram sentir algo estranho e forte no peito. Sabe aquela sensação de leve desespero? Não porque tenha medo do que está por vir, o que pode mudar e com o que terei que me adaptar. Mas aquela sensação de estar indo embora, de deixar os gestos pela casa, a brincadeira pela manhã, a conversa pela noite, os sorrisos e dramas pessoais que aconteciam, os momentos vividos, as músicas ecoadas pelos cantos da casa. As gargalhadas. Não que queira ser dramática, mas coloco tudo isso na mala, os mais engraçados momentos e sorrisos compartilhados. Carrego comigo. 

Quero pegar minha mala e seguir, seguir por novos caminhos, encontrar pessoas e levar comigo aquelas que sempre me fizeram sorrir.
Que não me esqueça de onde vim e para onde pretendo ir. 
Que os amigos permaneçam comigo, e que a distância seja apenas um dos motivos a acreditar em nossa real conexão. 
Que possa compreender que a vida nos oferece oportunidades de conhecer o mundo, de enfrentar desafios e desvendar a força que existe dentro de nós. 
Que quando não der certo os planos possamos ter um plano B ou C.
Que cada passo dado, que cada sonho realizado seja motivo para continuar a sonhar e jamais desistir.
Que a nossa música seja oração para esse mundo cheio de tristeza e sofrimento, e que esse quadro mude. 

E por fim que cada mudança possa nos ensinar que nada se mantém igual, mas sempre em vicissitude. 







sábado, 10 de janeiro de 2015

Gratidão

Gosto de poder sentir a brisa pela manhã, que passa pela janela do quarto e me faz agradecer por estar viva.

É tão bom parar e olhar pra trás, observando tudo que conquistei até aqui.
Minhas escolhas me fizeram chorar muitas vezes, mas também muitas delas sorrir. 
Quantos foram os momentos que acreditei ter perdido a fé, a fé em tudo o que queria alcançar. Esquecia de que quando se luta pelo que quer a chance de conseguir algo é muito grande. 
Quantos foram os momentos que escutei que não era capaz, a vida iria me exigir muito mais do que uma jovem garota seria capaz de suportar. Mas nunca abaixei a cabeça, mesmo com o coração cheio de lágrimas. Sabe, hoje agradeço a vida por todos esses momentos, pois foram os que me tornaram mais forte.
Hoje percebo que a garota que tinha medo dos que podiam machucar seu coração ouviu um dia as palavras amigas "Cuide do seu coraçãozinho" e aprendeu a abri-lo somente a aquelas pessoas em que confia e gosta de compartilhar dos sorrisos no final da tarde. 
Agradecer a vida pelo que temos é um das melhores contribuições. Por todas as pessoas que tivemos oportunidade de conhecer e ser amigo, pelas conquistas e perdas, pelos choros e momentos de alegria......mas principalmente pela força que nos mantém em pé e nos faz acreditar.

Fotos: Tumblr

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Um pensamento --> Algo a conquistar



Vamos começar o ano aproveitando o que há de melhor, 
valorizar o que é simples e nos faz bem. 
Não precisamos de muito querido leitor, pelo contrário o 
universo nos ensina que a simplicidade carrega com ela a beleza pura e sincera.




Conhecer novos lugares, pessoas, novos mundos, culturas, músicas, novos sabores, pensamentos e opiniões, jeitos e manias....sair pelo mundo com quem realmente torna a nossa vida mais completa. VIVER INTENSAMENTE.






 E que possamos deixar muitas coisas IREM, mesmo que um dia tivesse acreditado que seriam para sempre. É preciso DEIXAR IR, depende de você.




Continuar a SONHAR, sem medo de arriscar e ir longe. 


Porto Alegre - RS




E com Sempre!




E por fim ACREDITAR!!








Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Copyright © Pensamentos inusitados | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes