sábado, 19 de março de 2016

A porta

        Ela ia se fechando para o mundo, era quase que uma porta aberta com o tapete no chão escrito "seja bem-vindo". Mas o mundo exigia que ela tomasse uma decisão, colocar uma tranca ou algo que desse mais segurança.
        Se ficamos muito abertos, corremos o risco de sermos invadidos e destruídos aos poucos. E nem temos a oportunidade de desfrutar com a visita um café frasquinho.
    As dores? Ela trocou pela aspirina.
    As decisões? Por viagens.
    Os medos? Guardar-los em um baú.
    Os sentimentos? Mostrar para poucos.
    A timidez? Joga-lá na rua.
    Os desejos? Ah os desejos....saber equilibra-los.

        Ela olhava o mundo agora pela janela. Ali esperando alguém para compartilhar as dores e sofrimentos, e também um macio cookie com leite.



Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Copyright © Pensamentos inusitados | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes