sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

For all the joy that is to come


"For all the air that's in your lungs
For all the joy that is to come
For all the things that you're alive to feel"


Quantas vezes você parou e pensou em tudo que sonhou um dia, lutou e trabalhou para dar certo. E  no fim nada mudou, tudo constantemente igual, sem mudanças, a mesma coisa. 
Chorou, lagrimas caíram do seu rosto, o sono era seu melhor conforto. As coisas nem sempre acontecem do jeito que gostaríamos, nem tudo você pode mudar sozinho, precisa da outra parte. 
Mas você vive, você é livre para escolher, você sorri, você tem pessoas incríveis ao seu lado, você conquistou muitas coisas nesse tempo. Você precisa seguir, precisa continuar seu caminho, e te direi que nem todas as pessoas se esforçarão para estar com você, muitas já foram e  muitas irão. Valorize quem está com você, não precisa estar perto, mas que você sabe que é amigo de verdade.


Continue a seguir seu caminho, cheios de sonhos a serem conquistados, pessoas a conhecer, lugares novos, cheiros e intensidades do calor do sol a serem sentidos. Você sabe que tem potencial, e que nada pode te impedir de seguir em frente. 

Até hoje uma das metas foi nunca deixar de viver do seu jeito, não perder tempo, não deixar de se esforçar pelo que quer, e que tudo o que conquistou de alguma forma ajude os outros.
Sim, seja grata a vida por ter coragem, por poder ter amigos, poder confiar e compartilhar momentos. Esta vida é muito curta, uma estádia aqui. Que possa fazer o bem aos outros e jamais desistir de um mundo melhor. É possível! Sei que as vezes fica cansada, mas tem amigos que te mostram que não está sozinha.

Por toda a alegria que está por vir, por os novos sonhos listados no caderno, pelos abraços apertados e verdadeiros, pelas palavras que foram ditas, pela vida que é linda e tudo que ainda que está por vir!

Agradeço a todos amigos que encontrei e os que permaneceram até aqui. Por todos os momentos vividos e ensinamentos dados. 







terça-feira, 23 de dezembro de 2014

TAG: DOENÇAS LITERÁRIAS

Fui marcada pelo blog Chaleira Literária(http://chaleiraliteraria.blogspot.com.br/) a fazer a TAG: DOENÇAS LITERÁRIAS. 
E quem nunca teve alguma? uma dor de cabeça por causa de um livro, um enjoo no estomago ou simplesmente uma febre depois de um final trágico?


Diabetes: um livro muito doce





Como não usar esse livro nessa doença? O que Você Faria com uma Carta que Mudasse Tudo? É isso que o livro nos questiona no inicio. Aqueles que sabem o valor de uma carta e de como tudo pode mudar por meio dela sabe do que estou falando. Esse livro me fez vomitar arco íris de doce que é.


Catapora: um livro que você pegou pra ler e nunca mais vai pegar de novo.





Oooo livro enrolado viu? No começo fiquei ansiosa pois o drama e todo decorrer da história estava legal, fora que aprendia algumas palavras em Alemão pelo livro. Mas no meio do livro não aguentava mais a enrolação do escritor. Em compensação o filme ficou muito bom.

 Li até o final e encaixo ele nessa doença que não quero nunca mais pegar, fiquei muito mau.


Ciclo Menstrual (Não se caracteriza como doença, e sim como um processo natural feminino): Um livro que você relê constantemente.


Ainda não tem nenhum que leia assim descontroladamente, mas acredito que encaixaria novamente "Um dia" pois gosto de reler trechos do livro. 


Gripe: Um livro que se espalhou como vírus.



Esse livro foi um dos poucos que li sendo febre no país. Livro bom, emocionante, porém tenho algumas criticas em relação a ele. 


Asma: um livro que tirou seu fôlego.



Um dos livros mais lindos que já li, e foi o que me fez dar muitos suspiros. 

Insônia: um livro que tirou seu sono.



Esse foi o livro que não me deixou dormir , uma distopia intrigante e emocionante. Horas e horas rolando na cama para ver se o sono vinha, enquanto o livro invadia meus pensamentos.


Amnésia: um livro que você leu, mas não se lembra muito bem.

Vale não lembrar o nome do livro? 
Sei que a história se passava na biblioteca, com diversos assassinatos e não lembro o final, muito menos o nome do livro. haha


Doenças de viagem: um livro que te leva pra outra época/mundo/lugar.



Não poderia deixar de citar um livro da "Rainha do Crime". "O Mistério do trem azul" foi um dos últimos livros que li da Agatha e que me levou para a Costa Azul, litoral sul da França e Montecarlo. XD



terça-feira, 16 de dezembro de 2014

E os fins vão chegando

E o fim de ano vai se aproximando.....

Fico aqui a pensar em como esse ano passou rápido, em cada sonho conquistado e os novos que estão sendo idealizados. 
Você no começo fez promessas, anotou no seu caderno o que queria realizar
esse ano, em cada passo que iria dar. 

Conseguiu realizar tudo? Eu não. 
Os fins vão chegando, decisões a serem tomadas, agora tem que ser pra valer!

Ou deixa para o ano que vem? Melhor, melhor mesmo.

Você acreditou que as pessoas que conheceu iriam ficar por perto, que os laços não se romperiam....Não foi assim né? Olha tenho que te dizer que isso é bom. Tenho certeza que alguns ficaram e mostraram o quanto merecem sua amizade sincera. 
E os que foram te fizeram amadurecer. Agradeça, seja grata a vida por tudo que tens hoje.

Você pensou que o fardo dos problemas mais antigos não existiriam mais se fosse para longe de tudo e todos. Permaneceram, e você não pôde fazer nada? 
Dói ai dentro, sei bem como é.
Sabe aquele maior sonho que conquistou? Ele  agora te faz dar sorrisos largos.Eu vejo garota, seus olhos dizem isso. 
É bom, fico feliz por você!
Hoje se encontra  com pessoas que cuidam de você, fazendo o que gosta e sonhando continuamente. NUNCA devemos parar de sonhar viu?

Ain coisas de fim de ano.....




Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Copyright © Pensamentos inusitados | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes