sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Quero mais é viajar


Quero mais é viajar!!

Essa é a frase da qual mais tenho pronunciado com o coração exausto, existe um momento em nossa vida que é necessário ter mais sonhos, mais emoção, pegar a mochila com aquilo que é necessário e sair pelas ruas, cidades, e lugares. 
Nunca se é tão adulto para sonhar novamente aquele sonho da infância ou da adolescência.  Pare de achar que está velho para isso, poucas são as pessoas que pegam seu sonho e saem pelo mundo. Não seja aquela grande maioria que acha que isso é ultrapassado, mas se for, me perdoe. 
Mas como dizia, essa frase tem martelado em minha mente, quando surgir uma oportunidade irei, sozinha com Deus e meus sonhos para serem realizados. 

Quero poder ir a uma cidade, onde não conhecerei ninguém e perguntar a alguém que esteja passando na rua o que acha de mim, ou então poder conversar com o mendigo que é muitas vezes rejeitado pela população, ouvir o que ele tem para contar, essas pessoas tem muitas histórias e ensinamentos a serem dados. 
Quero sentar na praça de cada lugar e observar o quanto as pessoas são diferentes, nos seus passos desajeitados, apressados e em suas faces vazia, de sono, ou de muitas gargalhadas pela manhã, daqueles que sabem valorizar a vida e o sol que ali surgiu e está a brilhar. 
Quero andar sem rumo, me perder pelas ruas e encontrar a cada esquina uma nova oportunidade de encontrar o rumo certo, ou não, e se divertir de novo. 
Quero sentir o vento que sopra de diferentes formas, o céu estrelado de cada cidade, a natureza que está sempre comigo, não importa aonde eu vá.
Quero poder sentar na praça, almoçar e não se preocupar com o meu cabelo desarrumado ou a roupa que estou usando.
Quero conhecer lugares novos, comidas diferentes, sotaques, e claro ouvir o que as pessoas tem para dizer ao mundo, aprender. 
Sou livre, e falta pouco para que esse verbo, o " Querer" se torne o anuncio '' Estou indo, quer vir comigo?''


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

Copyright © Pensamentos inusitados | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes