quinta-feira, 2 de outubro de 2014

As estrelas no céu

Olhava para o céu. Admirava e se encantava com as estrelas, elas queriam sempre dizer algo, era preciso silenciar e observar a noite para compreender. As folhas das arvores balançavam com o vento que soprava lá fora, ela ouvia o barulho e ficava feliz e atenta. Gostava daquilo tudo. 
Um universo tão esplendido, tudo tão perfeitamente criado. Ela olhava para o céu e agradecia a Deus pela sua obra, ela sentia o sentimento que a criação passava, era difícil ter aquele olhar, as pessoas não se permitiam compreender a beleza que estava ao seu redor. 
Ela procurava entre aquela multidão as constelações, e logo vinha aquela memória da primeira vez que havia observado, estava na praia com uma amiga que conduzia com o dedo a constelação de Escorpião......Aquele céu também permitia a ela estar mais próxima de casa. Aquela nostalgia veio em seguida , quando olhava também as estrelas aos domingos pela noite na casa da sua mãe.
Ela se encontrava feliz!
Parou, suspirou.
Eduarda permanecia ali, e observava que aquele céu parecia estar tão próximo, as estrelas saltavam com o seu brilho. Um sorriso instantâneo surgia quando uma estrela cadente passava, aquilo fazia a lembrar das pessoas que a fazia rir, amigos engraçados e que ela tinha um grande carinho. Se Eduarda pudesse daria a cada estrela os nomes das pessoas mais importantes de sua vida, só para mostrar um pouco de seu amor por elas.  
Em um momento ela já se mantinha deitada e logo o sol nasceria, e a brilhar para iniciar um novo dia.
Por que não olhar o céu hoje pela noite? Sinta a natureza que nos envolve e nos cerca. Não deixe que sua origem se perca, somos todos do universo, fazemos parte dele.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Pensamentos inusitados | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes